Fiscalização do CRCMS Efetuará Ações na Capital e no Interior em 2019

24 de janeiro de 2019

 

 

 

O Plano de Trabalho da Fiscalização do CRCMS – Conselho Regional de Contabilidade do MS para 2019 prevê diligências em escritórios de profissionais ativos ou não, organizações contábeis, empresas comerciais, prestadoras de serviços ou industriais, entidades sem fins lucrativos (inclusive partidos políticos) e órgãos públicos, na Capital e em cidades do interior do Estado.

 

Segundo o Vice-Presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do Regional, Contador Walter Aparecido Bernegozzi e o Encarregado do Setor de Fiscalização, Contador Fernando Zanão serão promovidas ações de fiscalização na Capital e no Interior do Estado, totalizando 480 agendamentos/diligências durante o ano.

 

Na capital serão diligenciadas 170 organizações contábeis ou profissionais ativos ou não; 50 empresas comerciais, prestadoras de serviços ou industriais; 13 entidades sem fins lucrativos (inclusive partidos políticos) e 09 órgãos públicos. E, em cidades do interior do Estado: 173 organizações contábeis e ou profissionais ativos ou não; 18 empresas comerciais, prestadoras de serviços ou industriais; 12 entidades sem fins lucrativos e 35 órgãos públicos.

 

Eles explicam que a atuação da fiscalização é preventiva e de orientação e envolve ações de verificação do registro profissional e cadastral, bem como dos trabalhos técnicos executados para averiguação se estão em conformidade com a legislação da Profissão Contábil visando assegurar que somente os profissionais legalmente habilitados estejam exercendo a profissão e que os trabalhos desenvolvidos atendam aos anseios da sociedade.

 

Enfatizam que durante as fiscalizações é verificado, ainda, junto ao Profissional da Contabilidade, a realização da escrituração contábil de seus clientes e se a mesma está sendo realizada de acordo com as normas brasileiras de contabilidade e orientações emanadas de resoluções do CFC .

 

 

 

 

 

 

Marli Nascimento
Imprensa – CRCMS